O céu é de algodão 23º capitulo

O céu é de algodão 23º capitulo

Após aquele breve abraço, Samanta se afastou de Mateus  e ficou de cabeça baixa dentro do carro, talvez por vergonha ou simplesmente porque queria entender o que estava acontecendo, com as duas mãos tapou os olhos e respirou fundo, depois abriu a porta do carro e saiu, mas Mateus percebeu que era apenas uma saída para buscar um ar que dentro do carro  não seria possível, eles estavam bem próximo da casa do lago e era possível ver o brilho da lua sobre a…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão 22º capitulo

O céu é de algodão 22º capitulo

Samanta adentrou o corredor do hospital com o papel amassado em sua mão e rangia os dentes demonstrando raiva.    – Não estou entendendo nada, Samanta! – Falou Julia enquanto a seguia    – Mas eu estou entendendo tudo!    -Mas você deveria está feliz, não era isso que você esperou todos esses anos, que ele voltasse e em fim tudo se resolvesse?    – Eu esperava que ele tivesse dado sinal de vida e respondesse pelo ou menos um email que eu enviei…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão 21° Capitulo

O céu é de algodão 21° Capitulo

Samanta ficou parada e não sabia o que fazer, ela por um momento até pensou ser coisa de sua cabeça, e foi virando bem devagar, ao se deparar com aquela imagem, ela ficou em choque, mau podia acreditar no que estava vendo, quase cinco anos haviam se passado e Samanta estava diante de Mateus que agora parecia muito mais bonito que antes, os cabelos ainda caiam sobre os olhos, porém agora ele não parecia mais um menino, não parecia aquele mesmo…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão 20º Capitulo

O céu é de algodão 20º Capitulo

Após ser sedado, Mateus se acalmou e foi colocado na cama, Samanta ainda pode ouvir os gritos dele do lado de fora do quarto e depois um silêncio profundo. Ela sentou-se em uma cadeira que havia no corredor e com as mãos segurando a cabeça e cotovelo sobre as pernas ela tentou pensar no que poderia ser feito, ela deixou as lágrimas escorrerem sem serem impedidas, ficou ali por volta de uns cinco minutos e tentou entender a posição de Mateus, foi até o corpo clinico que…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão- 19º capitulo

O céu é de algodão- 19º capitulo

Após sair da UTI Samanta se questionava, mas não tinha as respostas que gostaria de ter, tirou toda aquela roupa de hospital e foi colocando dentro do cesto no pequeno espaço que lhe conduziram, viu seu rosto refletido no espelho a sua frente e tentou segurar o choro, as lágrimas pareciam estar descontroladas e escorriam lentamente , porém as suas mãos eram mais rápidas e enxugavam antes que elas molhassem todo o seu rosto, olhar Mateus daquela forma, não fazia…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão 18° capitulo

O céu é de algodão 18° capitulo

Samanta levantou-se e abraçou Julia e ainda com uma de suas mão fechadas segurava o pequeno papel que aquele misterioso senhor havia deixado em cima da poltrona    – Estávamos juntos na noite passada, ele estava lindo. – Samanta falou enquanto soluçava nos ombros de Julia    Julia a conduziu até a sala de espera do hospital e sentaram , Samanta pode perceber que a família de Mateus não estava mais no hospital, pelo ou menos naquele local não estavam    – Onde esta o…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão 17° Capitulo

O céu é de algodão 17° Capitulo

Após Samanta lhe explicar tudo o que havia acontecido ele ficou mais calmo e olhou nos olhos da jovem e disse:    – Obrigado, por tudo oque tem feito na vida do Mateus, ele me falou rapidamente sobre uma moça que ele havia conhecido e que estaria disposto a conquistar, agora te ouvindo falar, imagino que seja você.    – Eu quero muito ver ele, quero muito ficar perto dele.    -Será impossível querida, ele está em coma na UTI, nas próximas…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão 16º capitulo

O céu é de algodão 16º capitulo

Depois de preparar o brigadeiro e queima-lo um pouco, Mateus levou para Samanta que estava jogada em cima de  um sofá com os tênis jogados do outro lado, ao ver essa cena Mateus tirou os seus sapatos também e sentou-se bem ao lado da moça que com o dedo indicador tirou um pouco do doce da panela, fazendo Mateus sorrir da liberdade que Samanta tinha em tudo o que fazia.    – Porque está rindo de mim?    – Não estou rindo de…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão- 15° capitulo

O céu é de algodão- 15° capitulo

Ainda dentro do carro Samanta se mexia, balançava as pernas, roía as unhas o que demonstrava o seu nervosismo e insegurança ao estar ao lado de Mateus. Ela tentava olha-lo pelo canto do olho  mas várias vezes eles chocaram os olhares o que tornava o clima mais tenso dentro do carro.  Mateus ligou o som do carro e colocou a música que ele já dizia ser deles e lógico que Samanta sequer imaginava, mas ao ouvir a melodia da introdução da música Samanta olhou para…

Leia mais Leia mais

O céu é de algodão 14° capitulo

O céu é de algodão 14° capitulo

Samanta sorriu, cheirou o bilhete, pegou a cesta e foi para seu quarto. – Eu poderia devolver esses bombons para ele, quem ele pensa que é, será que ele pensa que vai me comprar com chocolates? Pior que vai mesmo!   – Sorriu Samanta estava em um conflito com seus sentimentos e em o que fazer a parti daquele momento, mas já estava decidida que devolver a cesta não ia, afinal de conta já estava no seu quarto chocolate em menos…

Leia mais Leia mais